Estreito – Oleiros


brasao1.thumbnail

O Estreito, freguesia desde 1535, Situa-se a Este do concelho, com uma área IMG_3728_jpg de 70 Km2, sendo a sua segunda maior freguesia. Vigiada permanentemente pela serra do Moradal, oferece, ao mesmo tempo, uma barreira física de difícil transposição.

Situada nas faldas do Moradal, deve o seu nome à natural “estreiteza” do caminho que liga estas paragens a terras para lá desta serra.
É nesta freguesia, em Pêro Beques, que nasce a ribeira com o mesmo nome, passando posteriormente por Oleiros e Sertã.

O aglomerado ocupa um vale de terras férteis e planas, destacando-se do núcleo mais antigo o Largo da Torre Sineira. A Igreja Matriz tem uma construção relativamente recente apresentando o cunho artístico de Soares Branco.

De realçar será o casario de xisto de construção seiscentista, digno de ser visto IMG_3717_jpg por quem ali passar.
Existe nesta freguesia uma forte tradição ligada ao linho, sendo bastante afamados os seus teares. Os trabalhos em cobre, nomeadamente a o fabrico de alambiques e a cestaria são outros ofícios levados a cabo nesta freguesia.

Destacam-se desta freguesia os seguintes aglomerados: Ameixoeira, Bafareira, Cova da Azenha, Estorneiros, Mougueiras de Cima, Pião, Raposeira, Rebisca, Retaxo, Roqueiro, São Torcato, vale Vale de Ouzanda e Vidigal.

Será de referir que esta freguesia conta com uma unidade hoteleira, no aglomerado São Torcato, sendo esta unidade futuramente classificada como Casa Naturtejo.

Fonte: Municipio de Oleiros

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s